Facebook Instagram

Vai viajar? Já pode embarcar só com imagem da face nos aeroportos de Lisboa e Porto

O embarque biométrico está limitado a voos selecionados da TAP dentro do espaço Schengen

Link To Leaders
11 jan, 16:37
ana biometrico
ana biometrico

A ANA instalou um sistema biométrico nos aeroportos de Lisboa e Porto que permite fazer o embarque apenas com a imagem da face, deixando de ser necessário mostrar o passaporte e a identificação. A solução vai ser alargada também a Faro, Madeira e Ponta Delgada.

O embarque biométrico está limitado a voos selecionados da TAP dentro do espaço Schengen. “Numa segunda fase, juntar-se-ão outras companhias aéreas e mais destinos, incluindo voos extraeuropeus”, informa a concessionária dos aeroportos nacionais em comunicado. No segundo semestre, ficará disponível em Faro, Madeira e Ponta Delgada.

Outros artigos:

Água Monchique premeia colaboradores e distribui mais de 100 mil euros
Dona do Continente desafia start-ups para criarem soluções tecnológicas para o retalho
Só 33% dos portugueses consideram o impacto ambiental quando fazem compras

Para usar a Biometrics Experience desenvolvida pela Vinci Airports, dona da ANA, os passageiros têm de fazer o registo prévio num dispositivo móvel através de uma aplicação com o mesmo nome, disponível em IOS e Android. Podem também recorrer a um equipamento próprio no aeroporto, localizado à entrada do check-in, ou junto às portas de embarque, para passageiros em transferência de voos, indica a ANA.

O registo implica usar a aplicação ou o quiosque para fotografar “o cartão de embarque, o passaporte eletrónico ou o cartão do cidadão de nacionalidade portuguesa e tirar uma ‘selfie’, aceitando os termos e condições”, explica a concessionária. No embarque, basta dirigir-se à máquina que faz a leitura dos dados biométricos da face. Os dados são apagados após a partida do voo.

O sistema começou a ser instalado e testado no Aeroporto de Lyon, em 2022, e é apoiado pela União Europeia, através do programa NextGenerationEU. Segundo a ANA a tecnologia “está na vanguarda dos mais inovadores procedimentos de embarque nos aeroportos mundiais”. O valor do investimento não é mencionado.

“A tecnologia com o reconhecimento facial vai permitir uma viagem mais rápida, mais simples, em que o passageiro ganha conforto e tempo, com total segurança na confidencialidade dos seus dados e do processo”, afirma Thierry Ligonnière, CEO da ANA-Aeroportos de Portugal.

Este artigo foi escrito no âmbito da colaboração com o Link to Leaders

RELACIONADOS
Mais Lidas