Facebook Instagram

Estas 6 bebidas são conhecidas por ajudar a perder peso. Será mesmo verdade?

Do pepino à chia, passando pelo famoso limão, não faltam receitas ‘milagrosas’ em sites de saúde e redes sociais. Perguntámos a uma nutricionista sobre a sua veracidade

Pilar Castelo Branco
10 jul, 14:16
Bebidas para emagrecer
Bebidas para emagrecer
Foto: Polina Tankilevitch, Pexels

As mezinhas das avós são coisa do passado, mas deram lugar a receitas apresentadas como pequenos ‘milagres’ nas redes sociais como o TikTok ou Instagram.

Recentemente, um artigo da edição espanhola do Business Insider reuniu seis bebidas famosas por ajudar a perder peso. Mas, será que estas receitas têm fundamento científico? Vejamos, uma a uma:

Sumo de Pepino

O sumo de pepino é refrescante e baixo em calorias, o que o torna, de facto, uma excelente opção para a hidratação e controlo de peso. A nutricionista e professora do Ensino Superior Raquel Leitão explicou ao IOL que “colocaria o sumo de pepino num lugar de pódio” no que diz respeito à “importância da preservação e reabilitação das dietas ancestrais, como a Dieta Mediterrânica ou a Dieta Atlântica”.

Água com Sementes de Chia

As sementes de chia são ricas em fibras dietéticas, aminoácidos essenciais, ácidos gordos ómega-3, vitaminas e minerais. Quando hidratadas, formam uma textura gelificada que pode ajudar na digestão e na sensação de saciedade. Raquel Leitão recomenda que a escolha destas bebidas deve ser baseada "nas preferências de cada pessoa, tendo em conta os sinais de bem-estar que o próprio corpo dá, e também a forma como as bebidas poderão integrar o padrão alimentar individual para a satisfação ideal das necessidades nutricionais."

Batidos de Proteínas

Os batidos de proteínas são populares entre os entusiastas do fitness, especialmente para o aumento de massa muscular. No entanto, muitos destes batidos são ultraprocessados e podem conter aditivos, sódio e açúcares. A especialista recomenda cautela, afirmando que, "seguindo o princípio da precaução, nenhuma das bebidas referidas estará isenta de riscos se for consumida em grandes quantidades."

Água Quente

Apesar das alegações sobre os benefícios da água quente, há pouca evidência científica que sustente estas afirmações. Contudo, é importante não consumir água a temperaturas muito elevadas, para evitar riscos, como o de cancro do esófago. Raquel Leitão reforça a importância de moderação, explicando que "o consumo excessivo de qualquer alimento ou bebida deve ser evitado."

Sumo de Aloé Vera

Embora o sumo de aloé vera seja amplamente promovido pelos seus benefícios, como propriedades anti-inflamatórias e antibacterianas, a nutricionista sublinha que "não existem estudos científicos que demonstrem de forma clara os efeitos diretos da ingestão desta bebida, e que a Agência Internacional de Investigação em Cancro (IARC, na sigla em inglês) avançou mesmo com a classificação do extrato integral da folha de aloé vera como possível carcinogénico para humanos.”

Infusão com Bagas de Goji

As bagas de goji são ricas em antioxidantes e têm sido associadas a vários benefícios para a saúde, como efeitos antidiabéticos e neuroprotetores. No entanto, o consumo em grandes quantidades pode levar a riscos, incluindo a exposição a pesticidas e impacto em medicações que se esteja a tomar.

“Acresce que, em função das especificidades individuais, como por exemplo, histórico de hipersensibilidade ou toma de determinados fármacos, poderá exigir-se um maior cuidado com as quantidades toleradas sem impactos negativos”, adverte Raquel Leitão, em resposta ao IOL.

Em relação à eficácia destas bebidas na perda de peso, a nutricionista conclui, afirmando que "a ausência de estudos experimentais com o objetivo de testar e comparar os efeitos destas bebidas sobre a perda de peso, não permite responder, de forma fundamentada, a esta questão”. No entanto, podemos sempre, enquanto exploramos diferentes opções de bebidas para perda de peso, ouvir o nosso corpo, tendo sempre, em primeiro lugar, a preocupação de manter uma alimentação completa, variada e equilibrada.

RELACIONADOS
Mais Lidas