Facebook Instagram

Fim do curso superior à porta? 4 dicas para facilitar a entrada no mercado de trabalho

Dependendo do curso que está a terminar, a entrada no mercado de trabalho pode ser mais fácil ou mais complicada. No entanto, não é altura de desanimar

Doutor Finanças
19 jun 2023, 10:03
Emprego
Emprego

Se o seu curso superior está a chegar ao fim e pretende entrar no mercado de trabalho, é normal que tenha muitas dúvidas e inseguranças, nomeadamente sobre a melhor forma de apresentar as suas competências, a postura que deve assumir numa entrevista e como escolher entre duas propostas.

Para esclarecer algumas destas questões, apresentamos, de seguida, 4 dicas que podem ajudá-lo nesta fase.

A entrada no mercado de trabalho

Dependendo do curso que está a terminar, a entrada no mercado de trabalho pode ser mais fácil ou mais complicada. No entanto, não é altura de desanimar. É através de uma preparação adequada e de muita perseverança que muitos recém-licenciados conseguem exercer a profissão dos seus sonhos, por mais restrita que seja a área.

Lembre-se que o primeiro emprego é a porta de entrada no mercado de trabalho. Este serve sobretudo para aprender, ganhar competências e enriquecê-lo enquanto profissional e ser humano.

4 dicas para facilitar a sua entrada no mercado de trabalho

Conseguir o primeiro emprego nem sempre é uma tarefa fácil. Por isso, quanto mais bem preparado estiver, mais probabilidade tem de avançar nos processos de seleção e de agarrar boas oportunidades.

1 – Empenhe-se na hora de fazer o seu currículo e a sua carta de apresentação

Ter um currículo criativo que capta rapidamente a atenção de quem está a recrutar é uma mais-valia na hora de conseguir uma entrevista de emprego. Por isso, dedique algum tempo ao seu currículo, seja criativo, mas mantenha a simplicidade para passar a mensagem que quer em poucos segundos.

Juntamente com o seu CV, envie uma carta de apresentação/motivacional. No meio de tantos currículos, a carta de apresentação pode fazer sobressair as suas aptidões académicas, profissionais e soft skills, e mostrar que é o candidato que se adequa melhor à vaga existente. Seja sucinto e original na forma como se apresenta.

2 – Não deixe escapar vagas de emprego por ver os anúncios tarde demais

A procura ativa de emprego implica estar atento às vagas que surgem diariamente. Para não deixar passar oportunidades valiosas, deve seguir, visitar e ativar notificações de emprego nas áreas que ambiciona trabalhar. Assim, garante que responde rapidamente ao anúncio e aumenta as probabilidades de a sua candidatura ser vista.

3 – Prepare-se muito bem para cada entrevista de emprego

Antes de cada entrevista de emprego (presencial ou online), faça alguns trabalhos de casa para mostrar que realmente está interessado em trabalhar naquela empresa. Informe-se sobre os valores da empresa, veja os trabalhos desenvolvidos nos últimos tempos e como pode ser uma mais-valia naquele posto de trabalho. Caso tenha dúvidas sobre a vaga, não se iniba e coloque questões pertinentes.

4 – Tem duas ou mais propostas de emprego? Não se precipite a tomar uma decisão

Se tem mais do que uma proposta de emprego sobre a mesa, é natural que o salário seja um dos pontos mais importantes para si. Por isso, se tiver dúvidas sobre o valor que vai cair na sua conta, recorra ao simulador de salário líquido de 2023.

No entanto, pese bem todos os prós e contras de trabalhar em cada uma das empresas. Além disso, avalie benefícios extrassalariais, como ter um horário flexível, teletrabalho, dias extra de férias, subsídios e, claro, outras vantagens associadas a um bom salário emocional.

RELACIONADOS
Mais Lidas