Veríssimo: «Foi o melhor jogo do Benfica desde que chegámos»

Adérito Esteves
23 fev, 23:41
Estádio da Luz, Lisboa
23 fev, 23:41

Treinador das águias elogia a regularidade da exibição frente ao Ajax

Nelson Veríssimo, treinador do Benfica, em declarações na conferência de imprensa após o empate com o Ajax, em jogo dos oitavos de final da Liga dos Campeões.

«Foi um jogo de 50-50, como disse na antevisão. Foi um jogo em que acreditamos que o público catapultou a equipa para esta exibição, pelo apoio que deu desde o início. Houve muita intensidade e tivemos um rendimento constante ao longo da partida, por isso tenho de dar os parabéns aos jogadores.

Queríamos vencer, não estamos satisfeitos, mas a eliminatória está em aberto. Chegámos ao intervalo em desvantagem, mas nunca perdemos a organização defensiva, o que foi importante, porque sabemos o potencial do Ajax. E depois tivemos uma segunda parte muito boa. Criámos oportunidades, tal como o Ajax criou junto à nossa baliza. Foi um jogo muito dividido. E é isso que esperamos para a segunda mão.

[foi o melhor jogo desde que assumiu a equipa?]

«Foi o jogo com rendimento mais elevado de forma constante desde que chegámos. Também tivemos jogos interessantes para a Liga, mas neste conseguimos manter regularidade durante todo o jogo. Este é o caminho.»

[pelo que mostrou na segunda parte, o Benfica pode ir discutir a eliminatória a Amesterdão?]

«Do que vimos no jogo todo, acredito que vamos com o mesmo espírito, para dividir o jogo. Defrontámos um adversário que fez o pleno na fase de grupos da Liga dos Campeões e que tem uma grande equipa e individualidades muito boas. Temos um desafio difícil pela frente. Mas o objetivo era ganhar e agora para a segunda mão é ganhá-la.»

[o que mudou para a equipa dar esta resposta tão positiva?]

«É preciso dar tempo ao tempo. Tivemos 60 minutos de grande qualidade no Bessa e agora, perante os nossos adeptos, tivemos uma exibição mais regular do princípio ao fim. E é isso que temos de manter no jogo com o V. Guimarães e nos jogos seguintes.»

[trabalho psicológico com a equipa será o mais importante até ao fim da época?

«Faz parte do trabalho do treinador trabalhar todas as vertentes: a física, a tática e a psicológica. Mas os resultados positivos e as boas exibições dão conforto e confiança. Hoje não conseguimos ganhar, mas estivemos perto de um fazer contra um adversário poderoso.  Tudo ganhará mais força se conseguirmos transportar isto para os próximos jogos. Isso é que vai dar consistência à equipa.»

RELACIONADOS
Mais Lidas