Facebook Instagram

Este teste dos anos 30 avalia se é (ou tem) um "bom marido". Quer experimentar?

Veja as características que um "bom marido" daquela época deveria ter.

Stars Insider
14 jun, 10:04
IOL
14 jun, 10:04

George W. Crane foi um autor, palestrante, educador, psicólogo e médico com doutoramento, além de ser um terapeuta de casais e um casamenteiro profissional na década de 1930. Este vasto leque de competências fez com que fosse altamente respeitado na sua época como especialista em relacionamentos. O seu trabalho culminou na criação de um teste conjugal, destinado a ajudar maridos e esposas a avaliarem o seu desempenho no casamento e a identificarem áreas que necessitavam de melhoria.

Crane desenvolveu o teste conjugal num período em que as normas sociais e os comportamentos esperados de maridos e esposas eram muito diferentes dos de hoje. Na década de 1930, as expectativas sobre o papel de cada cônjuge no casamento eram bastante rígidas e, para os padrões atuais, quase cómicas. O teste de Crane refletia essas normas da época, avaliando aspetos que hoje em dia podem parecer antiquados ou irrelevantes.

Apesar das mudanças significativas nas dinâmicas de relacionamento ao longo das décadas, o teste de Crane oferece uma perspetiva fascinante sobre as expectativas sociais dos anos 30. Se está curioso para saber como o seu casamento se sairiam sob estas normas antigas, vale a pena dar uma olhadela ao teste. Poderá descobrir áreas do teu relacionamento que poderiam ser vistas de forma diferente naquela época e talvez até achar graça à maneira como os casais eram avaliados.

Explorar este teste pode não só proporcionar uma visão divertida sobre o passado, mas também oferecer uma oportunidade para refletir sobre o quanto as relações e as expectativas evoluíram.

Clique na galeria acima, preparada pelo Stars Insider para o IOL, para ver uma amostra do extenso teste de George W. Crane.

RELACIONADOS
Mais Lidas