Unidos na dor: William e Harry lado a lado no funeral da Rainha

O príncipe William e o príncipe Harry caminharam lado a lado durante a procissão para a Abadia de Westminster, atrás do caixão da avó, a Rainha Isabel II. Nas imagens é visível a expressão de dor e tristeza dos dois irmãos. 

Fonte: IOL com Agência Lusa
19 set, 13:23

Milhares de pessoas acompanhavam hoje de manhã em silêncio os sons e as imagens das cerimónias fúnebres da rainha Isabel II, retransmitidas em colunas e écrãs gigantes em vários locais no centro de Londres.

Na zona de Whitehall, colunas áudio transmitem os sons da cerimónia que decorre na abadia de Westminster.

Sem campo de visão até Westminster, a 500 metros de distância, as pessoas recorrem aos telemóveis para acompanhar as imagens da missa em direto.

Algumas, de cabeça baixa, entoam também os hinos religiosos, emocionadas.

Há crianças aos ombros dos pais e sente-se alguma antecipação, apesar de faltar mais de uma hora até passar o cortejo militar com o caixão.

A par disso, nota-se tensão na audiência, com algumas pessoas a tentarem forçar passagem para conseguir uma posição com melhor ponto de vista.

Jornalistas, funcionários do Governo e do parlamento, militares e até assistentes que orientam as pessoas durante as cerimónias estão a ser impedidos de passar, apesar dos cartões de acesso especial.

Assistentes receberam ordens para retirar coletes amarelos e ficarem com a roupa escura de forma a respeitar luto.

A passagem inesperada de alguns regimentos militares fez levantar uma floresta de braços com os telemóveis em modo de filmagem.

Tirando algumas conversas espontâneas entre pessoas e polícias, o ambiente é solene entre os milhares de pessoas que ladeiam o percurso do cortejo fúnebre que se seguirá à missa.

"Ontem trabalhei das 03:00 às 21:00 e hoje estou aqui desde as 6:00. Mas para isto, vale a pena o esforço", confiou um agente da polícia.

As cerimónias estão a ser transmitidas em seis écrãs gigantes em Hyde Park, um dos maiores parques de Londres, onde centenas de milhares de pessoas se concentram há horas e seguem em silêncio o funeral.

A multidão foi-se juntando no parque desde manhã cedo, mas sobretudo a partir das 10:00, uma hora antes do início do funeral e 45 minutos antes do cortejo.

Munidas de mantas, cadeiras e muita comida, enchem o relvado em redor dos ecrãs e o ambiente festivo inicial deu lugar ao silêncio quando começaram as cerimónias.

Há familiares, grupos de amigos, solitários e pessoas de todas as idades que foram até ao centro de Londres para seguir as cerimónias fúnebres de Isabel II, num dia que foi decretado feriado nacional.

RELACIONADOS
Mais Lidas