João percebeu que “podia morrer” na Ucrânia e correu “sem parar” numa fuga perigosa

O português João Moreira estava a viver na Ucrânia quando a guerra começou. Escondido num abrigo, teve de tomar a perigosa decisão de fugir e correr até chegar à embaixada portuguesa, onde finalmente conseguiu ajuda. Nesta entrevista, conta todas as emoções que viveu.

8 mar, 10:13
RELACIONADOS
Mais Lidas