Facebook Instagram

Truque da toalha na máquina de secar promete deixar a roupa seca mais depressa. Funciona?

Saiba o que fazer para tirar o melhor partido da sua secadora de roupa

Quem tem secadora de roupa em casa sabe bem como o processo pode ser moroso. Agora, pelas redes sociais circula o truque da toalha seca que promete a tarefa despachada em menos tempo.

O site especializado em dicas domésticas The Family Handyman falou com especialistas para atestar se este truque tem ou não fundamento.

Adicionar uma toalha seca na carga da máquina faz sentido pela mesma razão pela qual usamos toalhas para secar o cabelo ou limpar sujidade: porque são absorventes. Uma toalha seca na secadora “age como uma espécie de esponja, retirando o excesso de humidade da roupa molhada”, explica ao site norte-americano Ron Shimek, diretor da Mr. Appliance, uma empresa especializada em eletrodomésticos.

À medida que as peças molhadas e secas se misturam, “a toalha seca absorve um pouco da humidade das peças molhadas, reduzindo a humidade geral na máquina e permitindo que as roupas sequem mais depressa”, conclui o especialista.

Haven Polich, também técnico de eletrodomésticos na empresa ASKO, refere que este é um “truque muito útil” e sugere, para obter melhores resultados, que remova a toalha após cinco a 15 minutos, dependendo do tamanho da carga. “Se deixar por muito tempo, vai começar a ficar húmida também”, explica.

O objetivo é dispersar um pouco da humidade inicial e não deixar o aparelho secar como mais uma peça molhada.

Já a autora do artigo, Ally Childress, testou o truque e concluiu que em duas cargas idênticas, conseguiu economizar seis minutos ao juntar uma toalha seca.

Por sua vez, Patric Richardson, que apresenta um programa de televisão sobre tratamento de roupa, é mais incisivo: “Não acho que valha a pena”, até porque vai estragar a toalha seca.

Este truque não é unânime, mas existem 5 dicas para melhorar a secagem da roupa no que a rapidez e eficácia diz respeito.

Percorra a galeria para ver os conselhos dos especialistas.

RELACIONADOS
Mais Lidas